A Queda do Paraiso: Destruição de Constantinopla

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

A Queda do Paraiso: Destruição de Constantinopla

Mensagem  Yorick em Ter Jul 19, 2011 4:31 pm

No final do século, a guerra dos Príncipes está cada vez mais direta e menos secreta. Matusaléns agridem abertamente as forças de outros e é possivel determinar quem são e quais são os clans envolvidos em sua grande maioria.

Mithras comanda o baronato de Avalon e até agora parece ser o único "neutro" em toda a situação, mas muitos cainitas dizem que ele tem sim, planos e que mais cedo ou mais tarde revelará seus adversários. Hannibal parece ser um monarca que age por contra própria interferindo em vários conflitos apenas para garantir seus interesses, como seu ataque ao Cappadocio Japheth, os conflitos com a Ravnos Asdis e a Baali Baal parecem ter motivos pessoais mais antigos que a guerra dos príncipes mas não ha como provar.
Hardestadt avança nas cruzadas defendendo seus ideais cristãos e usa a quarta cruzada para seus planos de chegar mais uma vez em Jerusalém, indo de encontro ao Assamita Jamal e seu Levante contra a cristandade. Salianna, cansada de seus esforços pela paz serem ignorados, une forças a Helena de Troia para tentar retomar a Grécia do domínio tirano e insano da Malkavian Petaniqua. No norte, O Matusalem Gangrel Ekidu avança suas forças para expulsar a Nosferatu Baba Yaga. Nas terras do leste europeu, O Matusalem Tzmisce Yorak trabalha para expulsar o usurpador do trono de sua irã Vavra, Dimitri obertus e mais uma vez governar a região, ele enfrenta no entanto duas guerras, pois bate de frente com o novo Clan tremere e seus recém forjados Matusaléns, sobretudo o infame Goratrix e o astuto Etrius.

Por fim, tantos esquemas, conchavos e traições culminam, durante a quarta cruzada, na invasão, saque e destruição da cidade de Constantinopla. Aproveitando a loucura embutida nas tropas humanas cristãs ( pela aliança entre o matusalém Malkavian conhecida como a Noiva da Peste e Mary, The Black, uma matusalém Baali), cuja missão era retomar jerusalem, com a ajuda dos mercadores de veneza e acabou por invadir, pilhar e roubar a cidade capital do bizancio, ignorando assim a missão inicial e não chegando nem perto de jerusalem, uma aliança entre o Ventrue Hardestadt, o Brujah Meneleus, o Tzmisce Yorak e a Lasombra Sybil varreram a cidade e destruiram o Triunvirato composto pelo Ventrue tirano Caius, O Sábio Tzmisce Dracon e o carismatico e mais poderoso dos tres, o Toreador Michael. O ultimo, diablerizado por Mary The Black durante o caos de pilhagem, morte e destruição.

A sociedade cainita assistiu horrorizada a esse evento como uma demonstração de selvageria, traição e desonra jamais vistas de forma tão aberta e um cima de medo e desconfiança se formou na Europa. Estava iniciada a verdadeira Idade das Trevas e nenhum cainita agora era mais digno de confiança ou piedade.

A Guerra dos Príncipes foi finalmente declarada aos berros e os matusalens se calam enquanto planejam os proximos passos.
Fogo e cruzes invadem os refugios dos mais incautos e a inquisição espalha suas fogueiras sagradas por toda a Europa.

Mithras, até então neutro, retira todo seu apoio a Lord Hardestadt e seu feudo da Cruz negra, sob a ameaça de invasão e destruição caso seus cavaleiros invadam o baronato. Senhor e prole estão a um passo de serem inimigos e isso cria uma imensa curiosidade sobre qual será o proximo passo de Mithras, unico matusalem que ainda não fez seus movimentos no grande tabuleiro.

(quero ações, opiniões e posicionamentos. Considerem isso um acontecimento parecido com a segunda guerra mundial entre os cainitas Twisted Evil )

_________________
avatar
Yorick

Mensagens : 543
Data de inscrição : 06/02/2011
Idade : 39
Localização : Vereerd

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Queda do Paraiso: Destruição de Constantinopla

Mensagem  Dungeon Master em Ter Ago 02, 2011 1:08 pm

Mihaela simplesmente triplica seus cuidados, cuida de Leona mais do que nunca e por garantia começa a fazer alguns refúgios secretos fora de cidades. A intenção é que caso aconteça alguma coisa, eles possam fugir com Leona ilesa. Sobre os Matusaléns, ela não e importa tanto, afinal ela deve obrigações a Leona e claro que a prole mais nova de Mithras vai ficar ao lado de seu senhor. Agora a preocupação de Mihaela é manter a igreja longe deles e delatar na moral os que ela quer ver destruídos, porém para isso ela sempre usa algum artifício, nunca é ela ou alguém ligado a ela que manda a carta, sempre um cobaia e que nem sonha que ela existe.
avatar
Dungeon Master
Admin

Mensagens : 312
Data de inscrição : 10/07/2011

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum